15 may. 2014

[Turquia] Protestos em várias cidades após tragédia em mina de carvom

Pese a que, os "nossos falsimedios", só se figerom eco desta notícia, com esse ponto de morbosidade com a que tanto gostam de contar os assassinatos em massa de trabalhadores, para dar pulo ás hipócritas declaraçons dos direitamente implicados nestas mortes, como ministros do ramo ou presidentes do governo, que tratam de ocultar os assassinatos e disfarçalos de accidentes causales, igual que fam nestes lares; oferecemos acá este contraponto facilitado pela ANA-Agência de Notícias Anarquistas, donde fica claro que cada dia que se passa, é maior a raiva do povo contra este capitalismo destructivo da natureza e das vidas.


Milhares de pessoas saíram às ruas em cidades da Turquia, nesta quarta-feira (14 de maio), para protestar contra a explosom de umha mina de carvom, que matou pelo menos 245 mineiros, enquanto outros 120 continuam desaparecidos.

Na cidade onde aconteceu o acidente, Soma, os manifestantes enfrentaram a polícia no centro da cidade e destruíram o escritório do partido do primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan. Muitos na multitude expressaram sua ira contra o governo chamando o premiê de "assassino" e "ladrom". A polícia usou gás lacrimogêneo, água de canhom e balas de borracha para dispersar as manifestantes.

Em Istambul, centenas de manifestantes se reuniram em frente a sede da empresa proprietária da mina, a Soma Holding. Houve confrontos com a polícia. Por outro lado, milhares de pessoas marcharam até à praça Taksim, mas o protesto foi bloqueada pela polícia antidistúrbios, que atacou com canhons de água, gás lacrimogêneo e balas de borracha.

Na capital, Ancara, a polícia dispersou com violência um grupo que tentou marchar para o ministério de Energia a fim de protestar contra as mortes. Em outras cidades turcas ocorreram protestos e enfrentamentos similares com a polícia.

Vários grupos, organizaçons e sindicatos anunciaram umha greve geral para esta quinta-feira e pediram a toda a cidadania para mostrarem sua adesom utilizando roupas ou bandeiras pretas.

Introduçom redactada por eDu

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada