21 may. 2014

[Ioánnina, Grécia] Seguem as acçons antifascistas.- Comunicado da Assembléia Antifascista "Nom Passarám"

Recebemos um outro correio donde nos dam conta de diferentes acçons antifascistas sucedidas durante este mês de maio na cidade de Ioánnina realizadas pela Assembleia Antifascista “Nom Passarám”, juntamente com vários outras antifascistas, e que nos facilitam desde ANA e que podedes lêr nesta sua ligaçom, além fazemos público este breve e moi interesante Comunicado da Assembléia:

Acreditamos que a luita contra o fascismo nom pode ser realizada nos parlamentos do Estado capitalista neoliberal, com decretos presidenciais e proibiçons jurídicas. Porque este é o mesmo Sistema que garante a existência e o fortalecimento do discurso e da acçom fascista. Acreditamos que a luita contra o fascismo é um assunto de todxs e significa esmagá-lo de qualquer forma que se apresente, apareça. Significa a exclusom social de cada exponente seu e, finalmente, o confronto com o sistema de exploraçom que o engendra. Por todas estas razons, pois, adotamos umha posiçom activa contra o discurso dominante que impõem com normalidade o racismo, a difusom do discurso neonazista e a legitimidade das prácticas fascistas. Estamos ao lado de todxs aquelxs que luitam contra os planos estatais, para-estatais e patronais. Nós nos esforçamos para fortalecer a luita antifascista anti-sistêmica, que configura umha guerra social e de classes mais ampla, que se intensifica a cada dia. E nós prometemos que vamos estar presentes nos campos de batalhas diárias (contra o fascismo).

Colectivizamos nossas lutas e nom esperamos que nengum Estado-pai, nengum primeiro-ministro, nengum polícia, e nengum juiz nos "salve" do fascismo. Nós practicamos o antifascismo militante na rua, e onde nossas relaçons diárias se desenvolvem. Nom permitiremos que os fascistas transformem nossas praças, ruas e nossos bairros em matadouros, ou os que estám há muitos anos criando e apoiando-os (inclusive se estiverem usando umha máscara democrática) que pisem sobre nossa vida.

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada