12 may. 2014

[Grécia] Acçons directas contra a presença de grupos fascistas nos bairros de Atenas e Tessalônica

Reproduzimos esta informaçom recebeda na nossa caixa de correios:

No sábado, 10 de maio de 2014, cerca de 30 neonazistas tentaram distribuir panfletos eleitorais do partido neonazista-fascista Aurora Dourada no mercadinho do bairro ateniense de Marussi. Ali, os esperava umha surpresa desagradável. Uns doze antifascistas caminharam até eles gritando palavras de ordem. Quando os fascistas ouviram os gritos se deram conta que nom iriam distribuir nada e começaram a correr. No entanto, três deles ficaram para trás e foram alcançados pelos antifascistas. Os três fascistas receberam umha surra e na continuaçom os antifascistas voltaram gritando palavras de ordem, tendo completado a acçom antifascista e anulado a acçom fascista.

No mesmo dia, um grupo de 50 fascistas partiu desde os escritórios do partido Aurora Dourada no bairro de Koridalós até o espaço autogestionado Pasamontañas. Quando chegaram a casa tentaram atacar as cinco pessoas que naquele momento estavam lá. Os fascistas deram várias pancadas nas janelas e quebraram o vidro da porta. As pessoas que estavam lá dentro, tendo a experiência da agressom fascista fracassada no espaço Resalto, defenderam com sucesso seu espaço durante os cinco minutos que durou o ataque. Entom, os nazis fugiram. Mas alguns deles ficaram feridos, já que no cham do lado de fora do espaço havia sangue, obviamente de seus ferimentos. Nas mídias de contrainformaçom gregas lemos que o grupo fascista estava encabeçado por um cara chamado Develekos.

Logo após o episódio da agressom fascista, aconteceu umha marcha antifascista pelas ruas do bairro, com cerca de 50 manifestantes. A faixa que foi aberta pelos antifascistas na marcha dizia: "Fascistas nom cabem em nossos bairros. Vamos esmagá-los".

Na cidade de Tessalônica, um grupo de antifascistas recolheu e queimou os panfletos que os neonazistas deixaram nos carros estacionados nas ruas do bairro de Triandria. Em seguida, os antifascistas partiram em busca dos neonazistas, mas sem sucesso, umha vez que eles tinham desaparecido. No mercadinho de outro bairro da cidade, um grupo de neonazistas do mesmo grupo criminoso apareceu acompanhado por um esquadrom de policiais. Na sequência, foram mobilizados aproximadamente 30 antifascistas que chegaram ao mercado gritando palavras de ordem e espalhando panfletos antifascistas. A presença deles fez com que os neonazistas fugissem, junto com seus comparsas.

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada