20 mar. 2014

[París] A Vingança da Plebe e a solidariedade com Mónica e Francisco!

Reproduzimos esta notícia que nos figerom chegar, na sua lingua original (francês) á nossa caixa de correios, desta ligaçom do blogue "Attaque"

O martes, terça feira 18, a basílica do Sagrado Coraçom de París, amanheceu com lendas em pintura vermelha. Sobre as colunas do edifício religioso, que fecha as suas portas desde as 23 horas até as 6 da manhã, um ou várias desconhecidas inscreveram, com a ajuda de bombas de pintura vermelha e com um tamanho de letra duns cinquenta centímetros, slogans diversos anarquistas e anticlericais entre os que nom falharom "Lume ás capelas ", "Nem deus, nem amo", "Abaixo toda autoridade" ou "Fuck o turismo". Outra inscripçom apela á "Solidariedade com Mónica e Francisco", em referência a Mónica Caballero e Francisco Solar.



O feito de que esta basílica seja um dos lugares mais turísticos de París e que na França estexam em jornada pre-eleitoral para as municipais, deu pê a reaçons de todo o arco parlamentar:

O ministro francês do interior Manuel Valls, considera que estas «inscriçons som umha ofensa aos fieis católicos e um atentado grave contra um monumento emblemático do património arquitectónico parisiense», e afirma num comunicado que «cada vez que a um lugar de culto se ataca assim, som os fundamentos da nossa República os que som discutidos» e «transmite todo o seu apoio aos católicos de França que vem um símbolo da sua fe assim profanado».

Também Philippe Martel, candidato do FN-RBM denunciou que «o clima anti-clerical favorece tais comportamentos», Anne Hidalgo, candidata do PS ao concelho de París e Rachida Dati da UMP denunciarom assimesmo, nos seus comunicados, «umha profanaçom», sublinhando a importância da liberdade de culto e apelam a persecuiçons judiciais.

A comissaria do XVIII distrito é a encarregada da investigaçom.

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada