25 feb. 2013

Conde Roa o ex-sherif de Santiago de "Corruptela" imputado na Operaçom "Manga"

Tudo apontava a esta conclussom depois do registro efectuado na sua morada no dia no que o seu melhor colega de parranda fora detido dentro da operaçom subsidirária da Pokemon, que deu-se em conhecer com o nome de "Manga", tudo apontava a que o chulesco ex-alcalde que ameaçara com fechar os centros sociais com a lenda "Van a sentir nuestro aliento en la nuca" tinha que estar imputado polos possíveis delitos de prevaricaçom e tráfego de influências ao igual que quem fora o seu melhor colega, Ángel Espadas "o Açoute do Botelhom do Campus", quem agora fica em prissom e pendente de juízo por esses mesmos cargos.



E ainda que causara estranheza o feito de que nom fosse imputado no mesmo día que su compi de correrias nocturnas, caia de caixom que, quem saira na defessa do "angelinho" quando fora pilhado pola polícia estando moi bébedo e parado diante dum semáforo, e quem, pese a ver-se na obriga de desbanca-lo da lista eleitoral por esta borracheira, o pugera como jefe de gavinete da gaivota compostelá com gavinete próprio e muito tráfego de influências, ia ter que declarar mais cedo que tarde por essas mesmas prevaricaçons relaçonadas com contratos do proprio concelho realizados no tempo que durou o Conde como alcalde, dado que tivera que dimitir depois de ter sido filtrada á imprensa as suas fortes dévedas com Fazenda.

Assim em 4 de março terá que personar-se diante da juíza de Lugo como imputado desta nova Operaçom "Manga" e pese a que o seu advogado declare nos falsimedios que Gerardo está "moi tranquilo e encantado" de prestar declaraçom, eu dúvido das palavras deste ex-sherif bravucom a quem lhe sairom tudos os tiros pola culata.

Asdo Edu

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada