25 sept. 2014

[Compostela] 2ª feira (luns) 29 de setembro.- Convocatoria reuniom para preparar resposta ampla e unitaria à sentença que condena à prisom defensoras/es da língua galega

Colamos informaçom achegada por Ceivar:

Com a intençom de dar umha resposta ampla e unitária à recente sentença do juizo #8f45anos e visibilizar o inádmisivel de galegas e galegos serem condenados a penas de prisom por defender a língua é que convocamos a todos os coletivos populares, normalizadores, sindicais e políticos a reunir-se na próxima segunda-feira (luns) 29 de setembro às 20h00 no Centro Social A Gentalha do Pichel, em Compostela.

Convocar manifestaçom unitaria em solidariedade com os condenados por defender a língua no próximo sábado 11 de outubro em Compostela e rolda de prensa dos coletivos e organizaçons para convoca-la.

Proposta de legenda: 11 anos de prisom por defender a língua. Solidariedade!

Proposta de comunicaçom:

Defender a língua nom é delito!

Na Galiza em Galego!

O Estado espanhol aplica um verdadeiro cerco contra o exercício pleno dos direitos lingüísticos do povo galego, numha complexa estratégia que pretende impor definitivamente o espanhol e tem na repressom contra quem defende o nosso idioma umha das suas expressons mais claras.

A 8 de fevereiro de 2009, umha manifestaçom contra o Galego convocada por organizaçons abertamente antigalegas como Galicia Bilingüe, UPyD, PP e Falange, com autocarros transladados de fora da Galiza para reclamar a suspensom do nosso direito coletivo e individual à língua, enfrentou na capital galega a oposiçom de numerosos coletivos e pessoas que saírom às ruas em defesa do Galego.

Depois de sofrer as provocaçons dos ultras e o espancamento da Polícia espanhola, que em todo o momento lhes deu cobertura, um número significativo de galegos e galegas fomos denunciadas e enfrentamos um processo repressivo com pedido de fortes penas de prisom.

Na recente sentença do juizo conhezido como #8f45anos 5 galegos tenhem sido condenados a penas de prisom, Narciso V. e Alejandro B. condenados a 1 ano de prisom, Aurélio L., Xiana R. e Joám P. a um ano e nove meses e Bernardo M.,que teria que cumplir pena na cadea, de a 4 anos e 3 meses.

Mentres a defesa prepara a melhor jurisprudência para recurrir a sentença ante às injustificadas e desproporcionadas penas, ao povo e seus agentes sociais e políticos toca dar a voz de alarma e mobilizar-nos ante está repressom inadvisível por parte dum régime político e de justiça alheio e inimigo da nossa língua.

Por isto chamamos a manifestar-nos no próximo sábado 11 de outubro às 18h30 desde a Alameda de compostela.

Nom vamos permitir mais agressons contra a nossa língua nem contra a dignidade nacional galega.

Nengum galeg@ pres@ por defender a língua!

Defender a língua nom é delito!


CEIVAR, organismo popular anti-repressivo

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada