27 ago. 2014

[Venezuela] Nom á extradiçom!! - Chamado de Solidariedade com Bernhard Heidbreder, na semana pró-presxs anarquistas

Colamos informaçom facilitada pola ANA:


Solidári(A)s com Bernhard:

Como parte da Semana Internacional de Solidariedade com Anarquistas presos, nós, um grupo de antiautoritárixs da regiom da Venezuela queremos expor a situaçom actual do preso autônomo alemám Bernhard Heidbreder (*), detido recentemente na cidade de Mérida pola INTERPOL, com a anuência e cumplicidade do estado venezuelano, por sua suposta participaçom em um ataque incendiário contra umha prisom de imigrantes que estava em construçom em Berlin e por supostamente pertencer ao grupo “das KOMITEE”.

Actualmente encontra-se detido na sede da INTERPOL, em Parque Carabobo da Paróquia La Candelaria de Caracas, à espera do início do julgamento de extradiçom. Suas condiçons de reclusom som desumanas, é mantido algemado a umha cadeira durante o dia e dormindo amarrado sobre um colchonete.

Desde o momento mesmo de sua detençom, Bernhard reivindicou-se como um preso de esquerda, antimilitarista, antifascista, anti-imperialista e promotor dos direitos dos imigrantes na Alemanha.

As acçons polas quais querem extraditá-lo, fazem parte da campanha da esquerda extra-parlamentar contra a ilegalidade do “Partido dos Trabalhadores do Kurdistám” (PKK) e da perseguiçom contra os grupos de imigrantes na Alemanha.

Sua extradiçom só fortaleceria a política anti-imigraçom do governo germânico, reforçando suas pretensons expansionistas e militaristas, enquanto provedor de armas e tecnologia a governos repressores.

Por tudo isso, como parte das actividades pró-presos, fazemos um chamado aos grupos e individualidades libertárias e anticapitalistas a demostrar sua solidariedade e rechaçar a extradiçom de Bernhard Heidbreder, enviando notas de protestos ou chamando nos seguintes endereços:

Sede da INTERPOL na Venezuela
- Esquina de Ño Pastor a Puente Victoria, sede central del CICPC, Parque Carabobo, Parroquia La Candelaria. Caracas
- Teléfonos: 058-212.573.07.13 (Fax), 058-212.508.42.41/ 508.43.16
- Correo Electrónico: interpol@cicpc.gov.ve

Fiscalía: 81° con Competencia en Materia de Protección de Derechos Fundamentales
-Sede Ministerio Público, Esquina de Manduca a Ferrenquín, piso 9, Caracas
-Telefone: 058-212.408.77.79

Fiscalía: 83° con Competencia en Materia de Derechos Fundamentales
-Av. Urdaneta, Sede operativa, piso 7, esquina de Ánimas a Platanal. Caracas
-Telefone: 058-212.408.67.06 / 408.77.23

Fiscalía: 86° con Competencia en Materia de Derechos Fundamentales
-Sede Ministerio Público, Esquina de Manduca a Ferrenquín, piso 8
-Telefone: 058-212.408.65.20

Fiscalía: 125° con Competencia en Materia de Derechos Fundamentales
-Sede Ministerio Público, Esquina de Manduca a Ferrenquín, piso 13
-Telefone: 058-212.408.67.13

Fiscalía: 126° con Competencia en Materia de Derechos Fundamentales
-Sede Ministerio Público, Esquina de Manduca a Ferrenquín, piso 13
-Telefone: 058-212.408.63.72

Fiscalía: 127° con Competencia en Materia de Derechos Fundamentales
-Sede Ministerio Público, Esquina de Manduca a Ferrenquín, piso 13
-Telefone: 058-212.408.67.36

Sala Penal del Tribunal Supremo de Justicia (TSJ)
-Prolongación de la Av. Baralt, Esquina de Dos Pilitas, Foro Libertador, Caracas.
-Telefone: 058-212.801.94.64

De Caracas fazemos um chamado de solidariedade aos companheirxs dos diversos seitores da regiom da Venezuela para realizar actividades em Solidariedade com Bernhard Heidbreder.

Ser activista nom é terrorismo!
Luitar polos imigrantes nom é delito!
Nom à extradiçom de Bernhard Heidbreder!


(*)Bernhard Heidbreder, junto com outras duas pessoas, evadíra-se, há case vinte anos, da "justiça alemanha" acusadas de ser membros activas do grupo K.O.M.I.T.E.E., que em 1994 levara a bo termo um atentado de incêndio contra um prédio do ejército alemám e que, no ano seguinte, planejara um atentado contra umha prisom de deportaçom de estrangeiros sem papeis que estava em obras de remodelaçom, pero que, no derradeiro minuto, a operaçom fora abortada. Dadas estas acusaçons, se Bernhard é extraditado a Alemanha, lá espera-lhe umha severa condena de prisom.

Tanto Bernhard como as outras duas pessoas acusadas poideram começar umha nova vida depois de evadir-se. Nós, as pessoas que agora nos dirigimos a vos, somos velhos amigos e amigas de Bernhard e conhecemo-lo bem como combatiente da esquerda revolucionária. Sabemos que él nom quere de nengum jeito que se lhe extradite, e é por isto que, com esta missiva, dirigimo-nos á opiniom pública e ao governo de Venezuela.

O K.O.M.I.T.E.E. foi do movimento de esquerda. O ataque ao prédio do ejército fora umha reacçom á perseguiçom de kurdos e kurdas na Turquia e também polo apoio do governo alemám a esta política de repressom. O atentado planejado contra da prisom de deportaçom que estaba sendo remodelada tinha como finalidade abrir um caminho que impedira que os refugiados na Alemanha sejam deportados a outros paises nos que sofreriam perseguiçom ou teriam que viver na misséria. Hoje, mais que nunca, os refugiados luitam ao carom da esquerda e muitas outras pessoas contra a política razista que a Uniom Europeia practica em contra dos refugiados e pola que, todos os dias, pessoas pagam com as suas vidas. Os Estados que conformam a UE tenhem umha responsabilidade histórica inconmensurável com os paises de Ásia, África e América Latina mas negam-se com todos os meios a assumi-la.

Também em Venezuela muitas pessoas criticam as circunstâncias derivadas do razismo e o capitalismo. O mesmo governo se pranteou como objectivo um mundo mais justo no que todas as pessoas tenham umha vida digna. ¡O K.O.M.I.T.E.E. luitara por um mundo assim! Independentemente de se estas tres pessoas acusadas formaram parte deste grupo ou nom, umha coisa está moi clara: os responsáveis destes atentados nom som criminais, com as suas acçons deram umha sinal moi importante e ninguém saira lastimado — o que nom se pode dizer da política que Alemanha practica ante os refugiados. É por isso que lançamos este atento chamado ao governo venezolano para que nom entregue a Bernhard às autoridades alemáns.

Mais infos e actualizaçons:

https://no-extradicion.site36.net

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada