7 ago. 2014

[Lugo] Assembleia ratifica acordo para concluir a greve do lixo

Colamos informaçom do Diário Liberdade:

Dous meses após o início de uma dura luta operária, a assembleia de trabalhadores e trabalhadoras ratifica o acordo atingido entre o Comité de Greve e a empresa Urbaser.

59 dias durou a luita grevista contra a precarizaçom imposta pola empresa, e que conduziu a um acordo que inclui um aumento anual de 60% do IPC no salário, além de uma nova gratificaçom anual de 100 euros neste ano, de 150 em 2015, 200 euros em 2016 e 450 en 2017. Esta paga consolida-se como a quarta extra anual.

Outros acordos fam referência aos critérios a aplicar nas substituiçons temporárias, no quadro de um novo convénio com duraçom de quatro anos.

Por outra parte, a empresa renuncia às medidas repressivas que, por via judicial, tinha iniciado, readmitindo também os 11 membros do Comité de Greve despedidos durante a luita.

Para além do importante impacto nos rendimentos dos trabalhadores e trabalhadoras durante os dous meses de duraçom desta histórica greve, a campanha mediática de descrédito e o papel pró-empresarial do governo local luguês (em maos do PSOE) dam mais mérito à dura luita mantida pola assembleia de trabalhadoras e trabalhadores de Urbaser.

Em plena crise e ofensiva do capital contra o trabalho, a vitória do pessoal de Urbaser é um exemplo de que a unidade e a luita som o único caminho para a classe trabalhadora.

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada