8 jun. 2014

[França] Clément Méric presente!

Há uns dias informavamos destas convocatórias antifas, agora ampliamos com esta informaçom facilitada por ANA que toma de fonte La Haine:



Em 5 de junho foi o 1º cabodano da morte do jovem antifascista Clément Méric, assassinado por dois membros de um grupo nazi em Paris. A notícia de sua morte provocou um terremoto no país, com centenas de pessoas nas ruas e umha atençom midiática até entom desconhecida sobre o movimento antifa. O entom Ministro do Interior Manuel Valls, prometeu “lutar por todos os meios contra os grupos de extrema-direita” e pôs na ilegalidade dois dos principais grupos nazis para contentar a opiniom pública.

Um ano depois constatamos que se tratava simplesmente de um gesto mais “de fachada”, já que tanto esses dois grupos concretamente (Jeunesses Nationalistes em Lyon e Jeunesses Nationalistes Révolutionnaires em Paris) seguem operando sem nengum tipo de problema; por exemplo, no passado 17 de fevereiro dois menores foram apunhalados em pleno centro de Lyon por 6 nazis e ontem 7 de junho organizaram na mesma cidade um acto em solidariedade com os assassinos de Clément e pela tarde-noite um torneio de MMA (impulsionado a partir da seçom Blood&Honour France e com o apoio da organizaçom internacional nazi White Rex).

O movimento antifascista compreende perfeitamente que a única forma de lutar contra os partidos e grupos de extrema-direita é o combate ideológico, a neutralizaçom da propaganda fascista e a oposiçom a seus actos, no caso dos partidos “institucionais” como o FN [Frente Nacionalista] e a acçom direta, a denúncia e a vigilância antifascista no caso dos grupos nazis.

Neste último ano multiplicaram-se os contactos entre os diferentes grupos e o resultado começa a ser visível, como por exemplo nos actos deste fim de semana. Realizaram-se desde quarta-feira (4 de junho) várias concentraçons de solidariedade (em Lile, Lyon...) e ontem sábado se esperava que na manifestaçom de Paris participem entre 5.000 e 8.000 antifascistas vindos de toda França. Ademais do acto central na capital, haverá manifestaçons e concentraçons em dezenas de cidades.

O objectivo com estas mobilizaçons está muito claro: demonstrar que o movimento antifascista nom esquece aquele 5 de junho de 2013 e que a luta continua e continuará com mais força ainda por Clément, por Pavlos, por Carlos e por todos os camaradas assassinados por suas ideias antifascistas.


Em La Haine figerom um seguimento da manifa de Paris, que podedes lêr 8em castelám) acá, e das outras concentraçons e manifas desta semana, acolá

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada