24 abr. 2014

[Grécia] Ioannina: Absolvidos dois antifascistas acusados por insultos e ameaças a um candidato do partido neonazista

Em 17 de abril foram absolvidos os dois antifascistas processados por ameaça e insulto a Christos Tsolis, candidato nas eleiçons municipais pelo partido neonazista Aurora Dourada na cidade de Ioannina. Os acusados foram presos na segunda-feira, 14 de abril, à noite, e permaneceram detidos até terça-feira, 15 de abril. Antes, durante e depois do julgamento, umha forte presença de antifascistas e solidários anulou qualquer tentativa fascista de provocar ou aterrorizar os réus e os antifascistas. E algum neonazista levou a sua tanda de croques (ver foto) que nom chegou a mais pela intervençom policial. Colamos a crónica do sucesso que nos facilitou a ANA, ao traduci-la de Indymedia Atenas (onde tendes acesso a mais fotos)

No dia do julgamento, fora do tribunal, se reuniram cerca de 60 pessoas, que gritaram lemas antifascistas. Quando localizaram quatro neonazistas, os trataram como devido. Entom veio um esquadrom das chamadas tropas antidistúbios e todos os policiais motorizados da cidade. A Polícia tentou expulsar os antifascistas do lugar onde estavam reunidos, mas eles permaneceram na área de pedestres gritando palavras de ordem, enquanto pouco a pouco chegavam mais antifascistas.

Depois de algum tempo, uns 15 fascistas passaram ao lado da cafeteria em que se encontravam os acusados, seu advogado e as testemunhas de defesa, e trataram de ameaçar e intimidá-los, mas sem sucesso. Na continuaçom, os fascistas foram em procissom para o tribunal. Ao passarem perto dos antifascistas, receberam umha saraivada de copos de café e de cusparadas, e tudo isso porque a Polícia interviu para protegê-los. Em seguida, os neonazistas se esconderam atrás dos policiais(ver foto).

Um pouco mais tarde, os policiais formaram um cordom em torno dos neonazistas e deixaram que os manifestantes reunidos entrassem no tribunal. Foi quando um dos candidatos do partido neonazista Aurora Dourada arrastou a umha das pessoas processadas ao interior do tribunal, e fijo o saudo nazista cara os manifestantes, provocando a raiva deles.

O julgamento durou aproximadamente duas horas. Alguns dos antifascistas entraram na sala onde ocorreu o julgamento, outros permaneceram do lado de fora da entrada do edifício do tribunal, gritando palavras de ordem. Os réus foram absolvidos. Após o final do julgamento, a Polícia acompanhou a fuga dos fascistas pela porta traseira do tribunal.

Em seguida, foi realizada umha marcha antifascista pelo centro da cidade. Durante o protesto, soube-se que a Polícia tinha trazido os fascistas para um local perto da praça principal da cidade. Entom a marcha foi para a praça para manter o centro limpo da escória fascista. Na verdade, os poucos neonazistas que haviam sido mobilizados desapareceram.

A organizada presença antifascista antes, durante e depois do julgamento anulou os planos dos nazistas de sair de seus buracos para provocar e aterrorizar o povo antifascista de Ioannina.

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada