12 dic. 2013

Centos de anarquistas saem as ruas contra o mito da Finlândia "pacífica"

De seguro que qualquer leitora deste blogue que desconheza a vida do dia a dia deste estado nórdico terá em mente umha sociedade capitalista com um moi alto nível de riqueza e de competividade ao respeito dos conhecementos aprendidos nas escolas de adoutrinamento capitalista; um dos estados mais "favorecidos" polas críticas dos meias internacionais e que é amossado como exemplo de concórdia e bo viver.

É por isso que consideramos interesante publicar esta notícia ao respeito dum protesto no dia da Independência da Finlândia que chegou a reunir centenas de anarquistas, que recebemos de ANA-Agència de Notícias Anarquistas e que colamos junto a este vídeo:



Neste 6 de dezembro, Dia da Independência da Finlândia, centenas de anarquistas marcharam pelas ruas centrais da cidade de Tampere em um ruidoso protesto anticapitalista. Activistas atiraram pedras e paus contra alvos capitalistas, deixando vidros quebrados de tendas e carros de luxo.

Os manifestantes também tentaram invadir o Centro de Congressos da cidade ("Tampere House"), onde o presidente finlandês realizava umha recepçom oficial por ocasiom do Dia da Independência. Houve confrontos no local.

O objectivo da manifestaçom foi destruir o mito da Finlândia “pacífica”, como umha sociedade sem antagonismos de classe. E este objetivo foi alcançado. O protesto anarquista foi destaque nas primeiras páginas da mídia finlandesa, e provocou um tenso debate nas redes sociais.

A manifestaçom contou com cerca de 450 pessoas. Aproximadamente 28 activistas foram presos durante o evento e liberados em seguida. Outros ficaram feridos nos choques com as forças de repressom.

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada