3 jul. 2013

[Grécia] Passeata em solidariedade ao anarquista Kostas Sakkas reúne milhares de pessoas em Atenas

Tal como contaramos em Abordaxe (ver acá e acolá) o anarquista grego Kostas Sakkas decidira dar comenzo a unha folga de fame ao ter superado o límite de tempo de prisón preventiva (18 meses) e seguir encarcerado tras levar mais de dous anos e medio á espera de xuízo. Desde entom realizaram-se várias acçons na sua solidariedade tanto na Grécia como em outros lugares do planeta, a última da que temos notícia foi na noite do sábado 22 de junho com a queima dum caixeiro no bairro ateniense de Neapoli reivindicado como umha pequena acçom de solidariedade com Kostas (ver acá reivindicaçom em Contra Info), e a Manifa do sábado seguinte 29 de junho, da que vos copiamos o redactado pela agência de notícias anarquistas-ANA e publicado em Brasil Indymedia:

Milhares de pessoas lotaram as ruas centrais de Atenas na manhã deste sábado, dia 29, em um ato de solidariedade e pela libertação do preso anarquista Kostas Sakkas. Estima-se que mais de 6 mil manifestantes participaram da passeata que percorreu várias ruas da capital grega. Não houve registro de grandes incidentes (1).

Sakkas é um anarquista que está preso há 30 meses sem julgamento (quando o máximo legal é de 18 meses). As autoridades gregas o acusam de pertencer à organização Conspiração das Células de Fogo (CCF), mas ele nega seu envolvimento neste grupo de guerrilha urbana desde o momento da sua prisão, em dezembro de 2010.

Greve de fome

Atualmente, desde o dia 4 de junho, Sakkas encontra-se em greve de fome exigindo sua libertação imediata. Ele já perdeu 10 quilos desde o início do jejum, e de acordo com boletins médicos está em estado crítico, com profunda fraqueza, tontura, dor de cabeça, dor abdominal e outros males.

Também em 29 de junho, manifestantes saíram às ruas de outras cidades gregas em solidariedade com Kostas Sakkas, promovendo uma série de protestos.


Ver máis fotos da passeata em Indymedia Atenas (aqui, acá e acolá)

No meio da noite,
um súbito despertar.
Pernilongos a postos


Renata Paccola

(1) A destacar, tal como contam em Contra Info (ver acolá) segundo fontes de Atenas Indymedia o feito de que em pleno centro de Atenas, 3 neonazis tiveram a má sorte de atopar-se com a raiba antifascista da multitude de manifestantes que se reuniam na praça de Monastiraki, no marco da marcha programada em solidariedade com Kostas Sakkas. No seguinte video pode-se ver o ataque contra um destes bastardos, que intentou refugiar-se dentro dum kebab e ele (pura ironia) foi salvo pelos imigrantes empregados da loja até que a ambulância levou.



Além de dar-lhe de hóstias, xs antifascistas também lhe quitarom a documentaçom e 200 euros que levava. O dinheiro expropriado será utilizado como apoio financieiro para xs compas presxs. O nome do neonazi é Konstantinos Papakalodoukas, militar profissional e membro do partido neonazi Mencer Dourado. Por outra parte, os dados personais dos outros dous nazis que forom apaleados na avenida Athinas, no mesmo bairro, estám também à disposiçom de grupos antifascistas.

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada