7 feb. 2013

[Itália] Os presos anarquistas Sergio Maria Stefani e Alfredo Cospito, em greve de fame

Soubemos por Informa-Azione.info de que em 29 de janeiro passado, Sergio Maria Stefani e Alfredo Cospito, presos anarquistás encirrados no módulo de alta seguridade 2 da prisom de Alessandria, começaram umha greve de fame dado que nom se lhes permite manter comunicaçons com as suas respectivas companheiras e amantes.

Há que dizer que o Alfredo nunca estivo autorizado, desde o mesmo momento do seu arresto em 14 de setembro, a comunicarse com a sua companheira, dado que ambxs estám sendo investigadxs no mesmo procedemento. Sergio estava autorizado às comunicaçons com a sua companheira pero, ao ser ela encarcerada tra-la mesma investigaçom, nom puido ve-la até que a excarcelarom em 21 de dezembro, e depois da sua excvarceraçom chegaram a comunicarse tres vezes, até que a investigaçom se passou da fiscalia de Perugia à de Milano e esta decidiu nega-las comunicaçons.

Segue umha breve mensagem com a que quigerom fazer público a sua postura:

O mundo mercantil, a sociedade tecnoindustrial, a civilizaçom mesma sentam as suas bases, nom nxs individuxs que, por natureza própria, som diferentes e impredizeveis, senom na massa homogeneizada pola educaçom, a moral e as leis. Neste mundo, toda relaçom sinceira e profunda é sospeitosa, os laços de afinidade, sinónimo de asociaçom “criminal”, a solidariedade, reduzida à mera ejecuiçom dumha ordem. Pero nos negamo-nos a reduzir ao realismo os nossos desejos e a domesticar as nossas pasions. Vivemos as nossas vidas sem mediaçons, sem resignar-nos e isto desenhou nos nossos rostros o sorriso de alegria que nunca nos abandona. Por isso, nom podemos aceitar que ninguém tente cercenar os nossos laços e emprendemos esta greve de fame, saboreando a doçura do abraço das nossas companheiras.

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada