27 ago. 2012

Elisa di Bernardo (cárcere de Roma) une-se a Marco Camenisch na greve de fame simbólica

Fazemos pública esta carta de Elisa escrita desde o cárcere de Roma onde fica presa tra-la "Operaçom Ousadia":

Com grande prazer uno-me a Marco Camenisch na greve de fame nom reivindicativa desde o 20 de agosto ao 3 de setembro de 2012. O meu corpo será o médio de luita preferente contra a denominada “Operaçom Ardire” (ousadia) e a repressom que o Estado ordena sempre aos seus títeres de guarda com a fim de deter a toda pessoas que ousa discutir o seu poder com palavras e com acçons. Contra os cárceres em todas as quais pretendem aniquilar ao indivíduo e aos seus inevitáveis impulsos de liberdade vital, encarnizándo-se ainda mais alá onde reinam a rebeliom, a dignidade e a determinaçom.

Em solidariedade com os companheiros e irmãos Marco Camenish, a quem por segunda vez denegarom-lhe a liberdade condiçonal, e Gabriel Pombo da Silva, à espera de ser extraditado ao estado espanhol como el deseja. Acontecementos istos que este ano deviam caracterizar as suas vidas e que a "razzia anti-anarquista" do 13 de junho evidentemente quere obstaculizar. Um forte abraço com o meu coraçom cheio de subversom cúmplice.

Em solidariedade às compas da Conspiraçom das Células de Lume que nos cárceres gregos nom dam um passo atras, mantendo a suas cabeças altas incluso agora que seis del@s estám sendo investigad@s ao estar incluid@s na “Operaçom Ardire”: Continuade combatindo o medo como sempre figestedes...nom estades sós! ”Sempre na batalha...”(Olga Ikonomidou, do seu comunicado sobre a fim do seu ailhamento).

Em solidariedade com os anarquistas Eat e Billy presos dos cárceres indonésios: O oceano que nos separa é um trampolim para a cumplicidade revolucionária internacional.

Em solidariedade com o irmão Luciano Pitronello (Tortuga), em greve de vissitas: as tuas palavras desde o alonjano/cercano Chile som testemunha da tua força, da tua coragem e da tua natureza individualista.

Em solidariedade com o companheiro mexicano Mario López, que resultou ferido em 26 de junho pola explosom acidental do artefacto que transportava, e à sua companheira Felicity Ryder, fugida desde entom e perseguida por quem planificarom umha ondanada repressiva em terras mexicanas. Resiste Mario! Hoje nom estas só no hospital, nem o estarás amanhá na cela! Corre Felicity! Que o vento da revolta te acompanhe o mais longe possível alonjando-te dos teus perseguidores!

Em solidariedade com @s perseguid@ e encausad@s pola recém “Operaçom Mangiafuoco” desenvolvida na Itália e Alemánia ao alba do 8 de agosto, por iniciativa da quenturienta fiscalia de Bologna.

Em solidariedade com tod@s @s que, dentro e fora dos cárceres, combatem com todos os médios a autoridade pre-constituida e o poder predeterminado.

Graças a quem nom deixam de demostrar-me tudo o seu apoio e cercania solidária. Honor a@s caid@s em combate! Estám sempre comigo!

Com amor e anarquia,

Elisa di Bernardo

Prisionera política anarquista e vegana

11 agosto de 2012

c/c Rebibbia femminile

Via Bartolo Longo 92

00156 Roma

Traduzido e colado por Edu de Alasbarricadas

Ver também 1º Comunicado de Elisa tras o seu ingresso em prisom

No hay comentarios:

Publicar un comentario