10 abr. 2012

"La Vanguardia" relaçona o "vandalismo em Barcelona" com o "neoanarquismo italiano do Val di Susa"

Às vezes resulta interesante conhecer as teorias conspiranoicas de pseudojornalistas que tratam de buscar as mais insólitas razons pelas que o povo sae às ruas a respostar à violência instituiçonal. É por isso que graças a um correio recebedo na nossa redaçom souvemos desta insistente teima por parte deste jornal comercial catalá. Damos-lhe publicidade por aquilo de conhecer por onde "vam os tiros" distos professonais da mentira e da manipulaçom.

A seguir, clicando em "leer más" podedes aceder as ligaçons de dois artículos aparecidos este domingo passado 8 de abril ao respeito do que eles tildam como "brotes violentos" ou "vandalismo".

O primeiro destas "joias literárias" leva a sinatura dum tal Enric Juliana (que curiosamente aparece como que escreve desde Madrid) e leva por titular "El brote violento en Barcelona tiene una matriz anarcoitaliana" e um subtitulo "Jóvenes fogueados en el movimiento No TAV animan la corriente 'antagonista' catalana" ao que podedes ligar clicando cá.

O segundo é a editorial do dia que leva o simple cabeçalho "Vandalismo en Barcelona" ao que acederedes clicando acolá

1 comentario:

  1. forom retirados dois comentários desta notícia porque nom aportavam nada ao respeito de-la.

    agradece-se que se alguém quere publicar algo ou solicitar algo à redaçom deste blogue que o comunique atrevés do nosso correio:
    abordaxe[arroba]gmail.com

    ResponderEliminar