7 jul. 2014

[Egipto] Declaraçom do Movimento dos Socialistas Libertários sobre o ataque ao grupo de estudantes do ensino médio

Colamos esta informaçom facilitada pela ANA ao respeito da repressom contra estudantes em 1 de julho e o propósito do Movimento dos Socialistas Libertários de responder através da luta contra o regime autocrático e fascista instalado em Egipto:

Na terça-feira, 1º de Julho de 2014, a polícia atacou estudantes do ensino médio que participavam de um acto que exigia de forma legítima a renúncia do ministro da educaçom.

As forças de segurança e bandidos atacaram o acto pacífico e prenderam injustamente a Abanoub Atif Anees e Yusuf Tarek Mohammed, ambos de 16 anos; Mohammed Yousef Abdul Aleem e Ahmed Ragab Khalil de 17; Ahmed Mustafa Hassan de 18 anos e Mohammad Yusuf Farooq de 19.

Os protestos jurdiram como resultado do fracasso do ministro em arcar com as suas responsabilidades, investigando e culpando o ministro pelo seu fracasso de gerir o mais importante ministério do Estado, o fim da corrupçom na inscriçom e no cancelamento dos exames na maior parte do "Alto Egipto" como resultado de umha fraude em massa, o cancelamento do escritório de coordenaçom e a entrada de estudantes de acordo somente com a sua habilidade ou reduzindo a grade de entrada para estudantes, umha revisom e reforma total do currículo do ensino médio considerando os interesses daqueles que iniciarám o ano escolar, investigando e responsabilizando aqueles que desviaram ilegalmente os exames.

Os Socialistas Libertários apoiam totalmente os estudantes do ensino médio e se une a todos os detidos. O Movimento dos Socialistas Libertários nom ficará neutro diante da injustiça e repressom realizada pelo regime fascista que practica terrorismo e violência contra os próprios cidadáns e estudantes e nós vamos responder através da luta dos trabalhadores e estudantes, camponeses e marginalizados contra este regime autocrático e fascista.

Organizaçom dos Estudantes Socialistas Libertários

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada