17 jun. 2014

A "Galhardia" dos Gallardón

Abordaxe.- Saltou aos media a notícia segundo a qual o filho maior de Alberto Ruíz-Gallardón, baptizado com o nome de papá Alberto Ruíz-Gallardón Utrera, fugira sem dar os dados tras umha suposta simples colisom numha via madrilenha nunha noite da finde passada. Nom tardou muito o nomeado em tirar um seu comunicado "galhardo" onde deixava claro que el nom tivera nengum accidente de tráfego e mesmo que nom manejara nengúm carro nessas noites. Assim com um par!!. O que nom dijo foi que o seu irmám, chamado José, ao igual que ambos avos, e segundo da família, voltara bébedo de mais numha dessas noites e que fora el quem manejara o carro, que por certo está ao nome do sr. ministro de justiça.

Assim o que primeiro se divulgou como um simples incidente e umha fuga inexplicável, agora soubo-se que foi umha fugida que supera á da Esperanza Aguirre.

Segundo vários medios José Ruíz-Gallardón Utrera manejando o Lancia Epsylon de papi, primeiro golpeou a um Volkswagen Passat polo lado esquerdo, despois deu-lhe por atrás e quando o conductor do veículo perjudicado se baixara para fazer o parte, José deu-se á fuga “a grande velocidade e em zig-zag”, e foi ao agochar o carro no garagem familiar, mas denantes colisionara contra um outro carro que estava aparcando, um Mini, ao que rachou o retrovisor esquerdo, e case atropela á mulher que estava saindo de-le. Depois como si nada, entrou na vivenda familiar. Cabe sinalar que todas as testemunhas que o viram a pé, declararam que, como já contei “pola forma de andar e de actuar ia em evidente estado de embriaguez”.

A má sorte do José, advogado no buffete Uría y Menéndez (que levara o caso do "kamikaze" que fora em direçom contrária pola autopista durante vários kilómetros a grande velocidade, e que fora indultado por papá em janeiro de 2013) foi que os afectados da primeira colissom tiraram umha foto do carro e da matrícula, que o seguirom até á vivenda da família do ministro e chamaram á polícia municipal e que o cabo que acudira ao lugar perguntara aos polícias escoltas que vigiam a casa do ministro de Justiça e estes confirmaram que quem acabava de entrar era filho de Gallardón. Ve-se que nom aclararam qual de-les e de ai a primeira confussom.

Papá, de momento e que eu saiba, nom dijo rem.

Ao buscar informaçom atopei umhas ligaçons interesantes ao respeito desta galharda família, o "clam" Ruiz Gallardón & Utrera Gómez, que se passarom pela história como genoveses no século XXI, franquistas durante 40 anos e fascistas / falangistas nos anos trinta , sempre monárquicos e ultra católicos, vos convido a vissitar estes sites (em castelám):

Gallardón y su extraña familia

Alberto Ruiz Gallardón y sus vinculaciones con el franquismo

eDu

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada