8 may. 2014

[México] Carta a Mumia Abu-Jamal de Mario González García

Mario González é um anarquista mexicano participante da luta contra as reformas educativas no âmbito da UNAM (Universidade Nacional Autônoma do México), que em 2 de outubro de 2013 foi detido e encarcerado com acusaçons falsas e torturado física e psicologicamente, estivera em greve de fome durante 56 dias para exiger a sua libertaçom e, em 10 de janeiro deste ano 2014, foi condenado a 5 anos e 9 meses de prisom, num processo totalmente irregular (ver mais informaçom sobre el acá em Abordaxe).

Reproduzimos esta sua Carta a Mumia, co galho do seu 60 aniversário em 24 de abril, e que nos facilitarom desde ANA-Agência de Notícias Anarquistas:

Feliz diabo (aniversário) Mumia! Espero que esta carta chegue até onde estás. Conheci teu caso quando ia ao CCH Naucalpan (escola preparatória), muitos companheiros te conheciam e falavam do teu caso, lembro que me chamou a atençom saber que pertencias aos Panteras Negras, eu apenas começava a conhecer os movimentos subversivos e o dos Panteras Negras me parecia muito interessante, enfim.

Tua situação me parece muito admirável. Conseguir que desistissem de tirar-lhe a vida. Ser um preso político no principal lugar do imperialismo ianque, onde a vida em seus cárceres é muito dura, suas torturas mais sofisticadas e com um racismo devastador. Ficar mais de três décadas preso com tudo isso e em momentos que eu considero muito difíceis. Tua fortaleza, trabalho, esforço, decisom e valentia som muito inspiradores, eu estou a apenas 7 meses preso e penso que têm sido um forte castigo, suponho que por isso o teu eu considero abismal. Mas um claro exemplo de umha inspiradora fortaleza.

Apenas li umha carta que te escreveu há um ano Leonard Peltier, a ele apenas conheci quando li um livro de Gregorio Selser, que se intitula “A violaçom dos direitos humanos nos Estados Unidos”, gostei da carta, vostedes som umha importante referência do que é e representa um/ha preso/a político/a. A mim tem ajudado receber cartas, tenho recebido até de pessoas que nunca conheci e isso me anima e motiva. Espero que minhas letras te animem e motivem tanto como você me anima e motiva.

Eu também estou vivendo a prisom em um cárcere que se encontra no que chamam no México, por desafiar o estabelecido, apenas recebi um borrom do que é ser um preso político, ainda assim, talvez nom alcance ainda a compreensom de muitas coisas, mas quero que saiba que ainda que nom fisicamente, estou contigo, porque o tenho em meus pensamentos. Ânimo companheiro, os anos e aniversários preso jamais apagarám o que és e espero e desejo que logo esteja fora dos muros das prisons, que devem cair.

Anarquia, saúde e revoluçom social!

Mario

Cartas para Mumia:

Mumia Abu-Jamal #AM8335
SCI Mahanoy
301 Morea Road
Frackville, PA 17932 - EUA

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada