26 mar. 2014

Ana Terradillos melhora-se!! : Agora di que a "violência" nas ruas madrilenhas foi coisa dumha "Excisom de Resistência Galega"

Ontem fazia neste blogue umha reflexom ao respeito das opinions desta "jornatonta" da SER (sim já sei que é umha mulher, pero fai-me mais graça pensar que é um alcume "An Aterradillos"). Hoje, depois de ter visto que a tipa se cresce assim como vai mentindo e que ampliou a sua crónica donde redunda em valoraçons "inéditas" de fontes policias "desconhecidas" e que ninguém mais escuitou ou veu escritas em nengum comunicado policial (se bem ela fala de "atestado policial elaborado por la Brigada de Información de la Policía Nacional"), considero que merece umha outra resposta.

A tiparraca da um salto quantitativo e qualitativo na sua manipulaçom, pois se na sua nota antérior falava de 150 radicais achegados a Resitência Galega como os líderes dos actos violentos, agora na nota posterior, feita pública na web da SER ontem ás 15:40', fala de que a polícia tem moi claro quem liderou a protesta e contabiliza em 250 os activistas (100 mais que na nota antérior pois ve-se que 150 eram poucos para a que se armou) e de que nom eram "achegados a Resistência Galega" senom "Umha Excisom de Resistência Galega que é muito mais radical que o conhecido como "Exército Gerrilheiro"".

Nom sei quem lhe da essas informaçons policiais, mas para mim, que a estám vacilando. Imagino ao informador policial escachando da risa vendo como a Terradillos copia e cola tudo quanto lhe dim. Poucas jornatontas dos mass merdas devem estar tam dispostas a escrever o que lhe dictam sem contrastar a informaçom ou sem fazer comprovaçons de que o que lhe contam é crível ou nom. E-la aponta-se ao ruge-ruge e tam feliz. Assim, sim importar-lhe que nom tenha nem pês nem cabeça o que escreve, nem que se entenda bem que quere dizer, escreve (sic): "En el atestado policial que ha elaborado la Policía y que ya está en manos del Juez se habla de entre 200 y 250 radicales miembros de este grupo terrorista según una sentencia reciente de la Audiencia Nacional de septiembre del año pasado"(???).

E já para riça-lo, nom vai a tipa e abonda no da muleta-pincho, justo quando já os sindicatos policiais estavam a tratar de justificar a sua montagem ao respeito!! e assim escreve que "entre los objetos que se les han incautado hay martillos, tirachinas, y palos que llevaban un pincho de hierro en la punta a modo de lanza".

Além tem que justificar dalgum jeito o de que os 200 ou 250 excindidos de RG lideraram a protesta e assim insiste em que "hasta a la Policia le pilló desprevenida el "modus operandi" de los organizadores y el material que usaron" e dando outra vez como referência o atestado policial (ao que só ela deveu ter acesso) fala de que "en total habría alrededor de mil violentos que se infiltraron entre el resto de manifestantes para despistar a los antidisturbios y ralentizar su actuación". 250 galegos em Madrid dirigindo as manobras de 1000 activistas!! (bom é factível, tocam só a 3 subordinados por cada excindido de RG)

Depois já profunda na consabida criminalizaçom mediática de isso que gostam em chamar Resistência Galega, se bem noi entendo porquê dirige a sua crítica a RG se estava a falar dos seus excindidos(??), de se RG já leva, desde o ano 2005, perpetrado 38 ataques com bombas sem vítimas, de que se o "grupo terrorista ha multiplicado la potencia y la sofisticación de sus bombas y que han logrado adquirir pistolas en Portugal" e também redunda em que RG tem "una estructura ilegal que se ocupa de la dirección ideológica y operativa y otra legal que da apoyo y cobertura y que está formada por personas con vida normalizada".

E como remate, volta aos excindidos aclarando que a Polícia está "preocupada por la escisión de este grupo terrorista".

O dito, para mim que os seus informantes escacham da risa com ela!!

Já como colofom colo um comentário ao respeito atopado na rede com umha interesante refrexom: "Juárez (o delegado do governo espanhol na Galiza) dizia no vrão que os militantes da suposta organizaçom (falava de Resistência Galega) eram 15. Agora resulta que tenhem umha excisom de 250 que se vam para Madrid. Decididamente, pensam que o público leitor galego nom tem capacidade de raciocínio".

asdo eDu

3 comentarios:

  1. Tamén El Mundo e ABC "corroboran" esta película:

    http://www.elmundo.es/espana/2014/03/25/5331fab7e2704e950e8b4591.html?a=6b9efc0f2cd25afda1f25286b11f9a60&t=1395837934

    http://www.abc.es/espana/20140326/abci-nexo-vandalos-resistencia-galega-201403252210.html

    ResponderEliminar
    Respuestas
    1. Eu crio que, ainda que ambos falsimedios falam também de Resistència Galega nos actos de Madrid, nom é o mesmo. Digamos por dize-lo dalgum jeito, que ainda que também tentam criminalizar tirando de-lo, nom cometem na redaçom da notícia as estupideces sem sentido que di esta tipeja da SER., que demonstra a sua inhorância em cada frase que escreve. E é a única que fai referència a um suposto comunicado policial, a umha excissom de RG e demais tontarias.

      Eliminar
  2. Que fuerte!!! Me ha quedado aterradillo!!!
    Podría ser más surrealista todo esto??
    Estos sicarios del cuarto poder no saben ni mentir, que poca vergüenza

    ResponderEliminar