25 jun. 2013

[Brasil] Açons radicias e enfrentamento policial na manifestaçom do Sábado 22 em Belo Horizonte

Como jeito de contra-restar essas informaçons dos mass merda sobre o guai que é a presi brasileira e mesmo a polícia que entrega flores às manifestantes, além doutras tergiversaçons interesadas em negar os protestos e mesmo em criminalizar a quem, para eles, som só atos dumha minoria violenta, colamos este "Relato ativista sobre os acontecimentos nas movidas anticopa de BH" assinado por Amigxs da Insurreição e que recolhimos do CMI Brasil:

Grande enfrentamento hoje sob a lua cheia em Belo Horizonte. As movidas anticopa estao cada vez mais radicais, apesar de muito fluffy (comeflores) ainda criticar e tentar isolar individuos que empreendem açoes diretas mais ousadas.

Concessionarias de veiculos e bancos da Avenida Antonio Carlos (trajeto do Mineirao, onde acontecia uma partida da Copa das Enganações) foram destruidos sob a furia anticapitalista do povo. Debaixo do Viaduto Jose Alencar xs manifestantes enfrentaram a Guarda da Fifa (uma mescla de PMMG, Guarda Nacional e Leis da Copa) sob o lema "gentileza gera gentileza".

Bombas de efeito moral e gas lacrimogenio em abundancia. Helicopteros (2) ainda pioravam os efeitos do gas espalhando-o em voos rasantes sobre xs manifestantes. Tiros de bala de borracha a todo tempo, resultando em pessoas feridas. Uma cápsula de muniçao letal foi encontrada por manifestantes em meio ao tumulto.

O povo se defendeu com escudos e barricadas improvisadas e respondeu com pedras aos ataques policiais sob palavras de ordem como "o povo unido jamais sera vencido". Em um dado momento, a cavalaria teve de recuar ante o contrataque de manifestantes, o que foi saudado a gritos por todxs. Um adolescente de 17 anos aparentemente caiu do viaduto e foi hospitalizado, ainda nao se sabe se ele corre risco de morte ou nao.

Muito se espera da Greve Geral do dia 01.

As ruas chamam.

Amigxs da Insurreição

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada