12 abr. 2013

[Barcelona] Grupo anarquista reivindica Artefacto explosivo en sucursal bancaria na zona "VIP"

Colamos, depois de traduzido, o texto reivindicativo do autodenominado "Grupo de Afinidad por la Anarquía" que recolhemos de ContraInfo:

Colocamos um artefacto explosivo em quarta feira, mércores, 10 de abril às 00:45 na sucursal bancária de "La Caixa" de Av. Sarriá 146.

Porque entendemos que a suposta crise atual nom é mais que um reacomodo do sistema de dominaçom onde o Poder utiliza as suas clásicas estratégias e ferramentas para lograr manter-se.

Porque entendemos que é com a militarizaçom repressiva e preventiva dos territórios como é que se logra este reacomodo.

Porque entendemos que o Estado fusionou-se com o capital extendendo a sua capacidade de opresom disfarçada de cidadanismo.

Porque os banqueiros e todos os detentadores do Poder som os nossos inimigos.

Porque entendemos que a única soluçom à situaçom atual é o desmadre geralizado e a destruiçom total de quanto nos impede ser livres.

Por estas razons levamos a termo esta acçom num dos bairros que alberga à burguesia catalana afeita à tranquilidade dos seus amplos e verdes espaços, acostumada ao lujo e à ostentaçom, à exploraçom e à humilhaçom. É lá onde relaçonam-se quem som os responsáveis da suposta crise e que se beneficiam désta. É neste bairro de Les Tres Torres do Distrito de Sarriá-Sant Gervasi onde desenvolve a sua cotidianeidade a Infanta Cristina e todo o seu entorno familiar, agochando tras umha suposta actividade laboral o nexo entre a coroa espanhola con Isidre Fainé, Opus Dei, Presidente da entidade bancária objectivo deste ataque, além de ser vicepresidente de Telefónica, Repsol YPF e da Sociedad General de Aguas de Barcelona, umha das mais caras de Europa.

A dominaçom sustenta-se por pessoas e, evidentemente, Fainé é umha destas, representa a personificaçom da articulaçom do Estado com o Capital.

Por tudo o antérior cremos que este ataque justifica-se por completo, sendo parte da diversidade de iniciativas autónomas que tentam acabar definitivamente com tuda forma de autoridade.

Para nom deixar espaço a dúvidas: este artefacto explosivo estava composto por umha bombona de gas butano de tres kilos recheio com dois kilos de pólvora, junto com 2 bombonas de camping gas rejeitáveis.

Grupo de Afinidad por la Anarquía

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada