8 ago. 2012

Marco Camenisch, anarquista preso na Suiça, prepara umha greve de fome.

Segundo informaçom de Tokata e Liberación Total, Marco anúncia, numha sua carta, a sua disposiçom a realizar umha greve de fome de 2 semanas, que começará em torno ao 20 de agosto, com o objectivo de denunciar o empioramento das condiçons dos cárceres suiços assim como as últimas operaçons repressivas contra anarquistas na Itália ( entre elas a chamada Operaçom Ousadia, na que ele mesmo e Gabriel Pombo da Silva, encirrado na Alemanha, virom-se envoltos tal como contamos nestoutra notícia de Abordaxe). Marco fai um chamado a sumarse à sua iniciativa de movilizaçom durante os dias do seu jejum numha info nº 2, escrita em 18 de julho, e que se fai pública agora em vários médios alternativos e que podedes lêr clicando acá em
INFO N°2. Sobre a última construiçom anti-anarquista por ROS (& f.) - Brutti (baptizada “Ousadia”, o que da-lhe um sinificado resaltado…).

"Entretanto, recebim umha carta de Elisa e ontem umha de Stefano, ambas depois duns 10 dias. Como sabem, ainda estavam em “ailhamento juridico”, submetidos à censura, na espera da “revisom” e/ou translado a umha outra prisom. Provavelmente aumentaró o tempo de tardança em Pisa, dado que nom tenhem umha secçom de AS (Alta Seguridade) e assim “justificam” o ailhamento total menos justificável/manejável que numha secçom de AS. Em qualquer caso, como sinala Stefano e como eu vim nos cárceres do pais de origem (Itália), é um periodo de ailhamento e fúria (antianarquica) particular. E hoje recebim o Comunicado do 9 de Julho de Elisa que me ilumina o coraçom.

Ainda nom me notificarom de nengum avisso “Oficial” da minha orde de arresto, entanto que os Pennivedoli* do régime local a fins de Junho na Alemanha “honrarom-me” junto a Gabriel e a companheira Andi de SRI (Socorro Rojo Internacional), com umha escandalosa página onde é difícil ver o equilíbrio entre a devoçom professonal ao régime e a dolorosa constataçom da vaguedade na ordenança (imprudentemente exposta na rede), nunca deixaram de volver a fazer escándalo ante umha possível libertaçom de Gabriel ou minha. Desde o campo de concentraçom de Lenzburg nom falha umha “estranha” sequela de pobres provocaçons, ataques e ameaças de sançons com tudo depois da “Gram notícia”. “Pontualmente” acabam de conseguir o rejeitamento da minha segunda instância para conseguir a minha “liberdade condiçonal”.

Estou a organizar umha iniciativa nom reivindicativa (greve de fame, mais ou menos 20 dias) de solidariedade (referências e motivaçons principais da repressom e nom menos importantes por parte dos osados da ROS(f)… comodos) e a participaçom esta vez dum apéndice de denúncia acerca da “repressom” geralizada levada nesta e outras prisions Suiças, que inicialmente se planejara mais ou menos a primeiros-mediados de Agosto, pero com isto permitome informar-lhe que com a maior probabilidade seria as duas ultimas semanas do mes de agosto (a partir do 20 de Agosto) um pouco por mor do “burato” no vrao, entom para umha melhor possibilidade de coincidir com a organizaçom e as iniciativas externas, ainda que isto nom é umha proposta dumha iniciativa colectiva desde o interior, umha melhor informaçom e evaluaçom prévia dxs demais presxs e companheirxs prisioneirxs.

Por favor, por tanto, a divulgar esta “Info N°2”.

Agradecidamente, com Solidariedade e Amor, Marco.
Campo de concentraçom Lenzburg.
18 Julho 2012.

NOTA.- *Pennivedoli: “Escritor ou jornalista que se pom ao serviço de qualquer pessoa que oferece umha compensaçom económica e/ou outros benefícios”.

Ver também: Info N°1. Carta de Marco sobre a Operaçom Ousadia.

Notícia redactada e traduzida por Edu recolhida das ligaçons que figuram no texto da notícia

No hay comentarios:

Publicar un comentario