27 ago. 2012

Mais sobre as Pussy Riot - Fuga da Rússia de duas membros e Acto solidário em Compos

Alguém ao ver esta notícia poida que se pergunte, que é o que nos move a falar tanto deste caso tam mediático?

Bom, caberia aclarar que, antes de que Madonna e outras "estrelas" da música deram o seu apoio a estas moças e os falsimédios convertiram o seu caso em notícia de vrão, já em abordaxe recolhiamos notícias da súa trajectória activista de páginas de informaçom anarquistas (ver acá) e por isso e porque merecem a nossa estima e apoio, imos dar conta das novidades que conhezamos.

Assim, este sábado passado, ao meio-dia, um grupo de feministas galegas, vestidas como as "Pussy Riot", acedêrom às instalaçons da catedral compostelana e despregárom umha grande faixa nas varandas da fachada principal, na qual se lia "Pussy Riot liberdade". Além corearom berros como "Presas à rua, a luita continua", "As presas agora, queremos vê-las fora", "Nom passarám, aborto livre", "Nom passarám, o PP e Gallardón" e "Fora os rosários dos nossos ovários". Finalmente, por volta das 12:30, pessoal de segurança expulsou o coletivo das instalaçons católicas.

Também damos conta das palavras dumha das activistas condenadas ao respeito do juízo e da condena: «Intentaram apresentar a nossa acçom como a dumhas ateias militantes sem coraçom, mas cometerom o erro de que já antes eramos conhecidas como a banda de punk feminista anti-Putin que realizava assaltos mediáticos nos principais símbolos políticos do pais, e podemos dizer que no juízo "ganhamos", dado que umha condena por estes feitos demonstra a natureza repressiva do próprio juízo».

Além soubemos de que duas das activistas de Pussy Riot fugiram da Rússia para escaparem à ordem de prisão, segundo anunciou a própria banda: «As nossas duas membros que eram procuradas pela polícia já conseguiram deixar o território russo!» E além soubemos que as Pussy Riot estám mesmo a recrutar feministas estrangeiras para preparar novas acçons.

Notícia redactada por Edu segundo informaçom recolhida de DiarioLiberdade; SermosGaliza e DiarioDigital.Sapo

No hay comentarios:

Publicar un comentario