8 mar. 2012

Instalarám Camaras de Gas em Valladolid para desfazer-se das pessoas pobres

O titular nom é certo, de momento, mas pouco mais falta para que seja verdade. Nesta cidade tristemente famosa pola sua denominaçom Fachadolid, acabam de aprovar no pleno municipal umha modificaçom da sua “Ordenança Municipal de Proteçom de Convivência Cidadá” (toma nome rimbombante para favorecer às pessoas com dinheiro e criminalizar as que nom tenhem onde cair mortas), segundo a qual as pessoas que pidam por esmola (mendicantes) vam ser castigadas com multas de 750 até 1500€ !! (dependendo se a petiçom é calada e submissa ou fai-se com decissom).

O próprio regidor desta cidade, Francisco Javier León de la Riva, nom tem reparos em admitir que esta modificaçom da norma tem por objectivo “melhorar a qalidade de vida da cidadania”, o que me leva a pensar que, para este procer, as pessoas sem recursos que optam por mendigar para subsistir nom som cidadás.

Mesmo o dos fornos de gas adquire tintes racistas similares aos nazis, quando ao lêr a notícia nalguns médios, ve-se que o argumento fundamental do alcalde e da sua equipa de governo, para esta normativa é que pretende "evitar a exploraçom de gitanos rumaneses" e invita a "ver cómo as máfias da mendicidade, colocam-lhes e asignam-lhes igrejas e esquinas".

A puntilha deu-na o concelheiro de “Seguridade”, Manuel Sánchez, quem declarou que "nom se trata de perseguir a naide, senom de regular polo bem de todos", suponhendo eu que nesse “todos” nom colhem nem gitanas nem rumaneses nem qualquer mendicante. Mas nom ficou ai o ingénio deste concelheiro senom que foi a mais e veu dizer que é polo seu bem, dado que a normativa trata de preservar às pessoas mendicantes dos possíveis perigos que entranham “como o atropelo dalgumhas pessoas que se colocam nas vias de tráfego rápido”.

Em definitiva, a corporaçom municipal está a fazer um bo acto de fe cristiana, mas cabe perguntar-se: Esta medida afectará a quem passam o cepilho nas suas missas católicas??

Notícia redactada por Edu

No hay comentarios:

Publicar un comentario