29 jun. 2011

Com a excusa dos incéncios intencionados Galiza vai ser tomada polos militares e os corpos policiais


Patrulhas compostas por tres militares rularam pelos montes galegos em virtude do convénio assinado entre a Conselharia de Méio Rural e o Ministério de Defensa. Nom é novidade pois este acordo já é efectivo desde há quatro anos (quando governava esse bipartido que supostamente é de esquerdas)

Mas este ano e como novidade vam "concentrar os esforços disuasórios" em seis zonas concretas onde "a experiência" indica que a actividade incendiária é mais elevada, e pese a oferecer esse dado inequívoco aos falsiméios, dim que nom vam desvelar que zonas som para assim conseguir umha maior eficácia na vigilância (estarám agochados??).

O convénio cum presuposto previsto de mais de méio milhom de euros.prevé o despregamento de 23 patrulhas terrestres em épocas de risco méio, 50 quando o risco seja alto e 75 como máximo em tempada de alto risco. Mas esse 75 como máximo (225 militares contados de três em três) já nom foi cumprimentado na fim de semana passada, dado que segundo as próprias declaraçons do director geral do Ministério de Defensa espanhol nesses dias deslocalizaram-se a Galiza 389 efectivos da Unidade Militar de Emergências (UME) que vinham ser "a totalidade" da unidade de León e um "reforço" de dúas secçons de Madrid, além da incorporaçom de avións e helicópteros.

E todo isso se passa quando ainda nom estám funcionando ao rendimento necessário as brigadas de extinçom de lumes da SEAGA, e todo aponta a que ainda tardará em por-se a funcionar o dispositivo de máximo risco pese as abofantes calores destes dias e a seca que se vive na Galiza desde há mais de um mês. De feito os sindicatos galegos já estám anunciando convocatórias de manifestaçons e greves para denunciar esta caótica situaçom

Por último, o conselheiro de meio rural declarou que "há instruçons previstas" para investigar a vaga de lumes destes dias e que "o próprio ministro do Interior, “Alfredo”, já anunciou que iam redobrar esforços da Polícia e da Garda Civil na Galiza este vrão no senso de investigar a actividade incendiária".

Pois nada, que quando vaiades dar um passeio lúdico pelo monte, tende coidado, porque detrás de cada matojal pode haver três milicos ajejando para foder-te a caminhata.

Asdo.- Edu

No hay comentarios:

Publicar un comentario