16 may. 2014

Começou a caça de brujas do governo

Como soe ser normativo, o governo espanhol do PP vem de aplicar o seu Código Penal do Inimigo para encausar todo tipo de dissidência ao seu espiritu nazional. Por suposto esse código só é aplicável ao que eles e os seus vozeiros dos mass merdas tildam de antisistémico, nom entram nessa categoria tudas as opinions da ultradireita mais reaccionária que levam anos usando das redes sociais para pedir a morte de activistas da ETA (por pôr só um ejemplo), essxs som herois e heroinas.

Pela contra, tuda manifestaçom que considerem de mal gosto ao respeito do assassinato da Isabel Carrasco, a mans de duas correligionárias do partido do governo, será perseguido, acosado, ameaçado e encausado dentro do seu Código.

Um assassinato que já se demonstrou que nom tem nada de político e que só deveria ser considerado como qualquer outra morte por motivos de ódio ou inquina pessoal. Mas ao governo espanhol nom lhe vale que lhe saira desviada o que já previam como umha jogada perfeita em época eleitoral (uiii, o que poderiam ter aproveitado se as assassinas fossem filiadas dum outro partido, ou ainda pior se fossem abstencionistas anti-sistema) e assim estám; dispostos a seguir tirando da hipocrasia para reclamar que se queime nas fogueiras a toda pessoa que ouse dizer algo de mal gosto ao respeito deste assassinato premeditado e cometido por duas militantes do PP, do partido do governo.

Assim ontem soubemos da detençom dum moço de 19 anos da vila valenciá de Tavernes de la Valldigna, por "incitar á violência contra os políticos nas redes sociais" e por "apologia para a comissom de assassinato", e que hoje foi posto em liberdade condicional com a obriga de comparecer periódicamente no julgado.

Horas depois, umha outra pessoa era imputada em Jerez de la Frontera (Cádiz) por defundir este vídeo de seu, e que, se bem a sua conta já foi eliminada, ainda pode-se ver na rede porque foi subido por outras pessoas e que segundo dim: "foi enviado a muita gente que se encargará de re-subi-lo cada vez que o eliminem e por cada um de nós que caia, se alçarám dez mais dispostos a empunhar as armas contra o poder corrompido que engana, oprime, expólia e traiçoa ao povo ao que deveria proteger!":



Como nota curiosa o primeiro comentário que se pode lêr di isto (sic): "pues yo si que le pegaria un tiro en la nuca al muerto de hambre que subio este video y despues me iria a comer mas tranquilo que unas pascuas, hay que ser muy hijo de puta de alegrarse de una muerte, sea esta señora o otra, solo les digo a estos majaras que se alegran que yo me cago en todos sus muertos pero en los mas frescos que tengan pandilla de gilipollas, seguramente vosotros si estubierais en un cargo como ella sea de presidenta o otros seriais muy honrados con los dineros del pueblo, jajajajajj eso no se lo creeis ninguno, por la sencilla razon de que politicos honrados no existen en ningun lugar ni an existido nunca pero de eso a ir pegando tiros hay mucho trecho, solo pido que el proximo muerto sea el capullo que subio esto".

Alguém crê que o assinante deste comentário vai ter vissita policial??

Poderiamos pôr um feixe de comentários nas redes sociais e nom só, também inumeraveis artículos de imprensa, dum corte fascista similar, pero nom imos a cair no seu jogo. Consideramos que o ejercício de plena liberdade de opiniom é inviolável e seguiremos reclamando o nosso direito a diverger da linha oficial do governo e a alegrar-nos do que quiger alegrar-nos e a chorar a quem quiger chorar-mos.

Nom imos calar!!

A liberdade de expressom e de opiniom é um direito irrenunciável!!


eDu

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada